segunda-feira, março 11, 2013

.Cartas para meu filho Arthur.

Olá, meu filho.
Faz tempo que não passo por aqui para te contar as coisas todas.
Talvez eu não tenha mais tempo de escrever justamente por querer te falar tudo o tempo todo. 
Talvez por dizer pra você que eu te amo e te abraçar ocupe boa parte do meu dia.
Você está se tornando um menino lindo. Um ano e meio já se passou desde que te abracei pela primeira vez.
E é incrível o encanto que sinto ao ver que a cada segundo você aprende uma coisa nova.
Aprendeu a respirar, aprendeu a mamar, aprendeu a segurar a mamadeira sozinho, a mastigar, bater palmas e a sorrir. 
Aprendeu a andar e agora corre. Corre, sorri e bate palmas, pois agora já sabe fazer tudo ao mesmo tempo. 
Aprendeu que cada vez que chora eu corro pra ver o que te acontece.
Nesse tempo juntos, você já me ensinou tanto...
E tenho certeza que cada aprendizado teu é uma coisa a mais que eu aprendo também.
E agora você já dá até tchau para as pessoas.
A vida, como a vida é.
Você com tão pouco tempo já teve que aprender a se despedir também.
Da madrinha do papai, que foi pro céu antes de poder te ver sorrir pela primeira vez.
Se despediu da Bertha, nossa gatinha, cujo nome foi a sua primeira palavra. Você a abraçou, disse "cau cau (tchau tchau)" e ela se foi.
Esses adeus fazem parte, meu amor. Mas os olás todos também
Agora você já sabe tanta coisa, as vezes me pego surpresa por ver você fazendo algo novo sem eu ter certeza que te ensinamos ou você descobriu sozinho.
E com você eu descobri o que é ter saudade até quando você está dormindo. É engraçado, enquanto você dorme eu fico esperando ansiosa você acordar pra matar essa saudade tão imediata que eu sinto.
E quando me diziam que esse amor só aumenta a cada dia, não achava que seria possível te amar mais.
Hoje eu te digo: a cada segundo eu te amo mais e mais e mais, um amor que as vezes acho que não vai nem caber em mim.
E então de repente, escuto um "mamamamamaêêêê" e percebo que você já aprendeu a amar também.
Quando acontece algo que faz você se assustar, você corre para abraçar eu e o papai, pois você já sabe que aqui nos nossos braços é o lugar em que sempre estará protegido e amado.
Assim vamos vivendo, cada dia é uma viagem incrível cheia de palavras, passos e brinquedos pelo chão.
Você mudou a minha vida, meu amor. Agora eu sei.

"Mas o tanto que eu levar de você, eu deixo um pouco pra me misturar. E não descanso pra você dormir" 

E a minha casa é pra onde vão seus pés.



2 comentários:

Bruna Galliano disse...

Ai... <3 <3 <3 <3 <3 <3

Kellen Christina disse...

Que texto lindo, não sou mãe mas senti daqui oque é esse amor, lindo lindo o texto.