segunda-feira, março 16, 2009

[céu em chamas]


.sinto falta das cores do céu.
.aquelas que a gente enxerga através das lentes e só repara no parque depois de algumas cervejas e uma ótima conversa.
.agora, falando com você eu percebo que aí do outro lado você sente a mesma vontade de estar em outro lugar, como eu.
.já te agradeci por você ter bebido o primeiro café comigo, sentada na mesa com um pseudo famoso enquanto tentávamos a primeira telepatia pra fazer ele sumir dali?.
.por dividir um coração meio machucado e provar por 2+2 que eu não estou sozinha nem quando não nos falamos.
.juntamos os cacos nas medidas do possível.
.mas eu sei e você sabe que o céu ainda é o mesmo.
.e o mundo vai girar pra gente ficar no mesmo lado sempre.
.não importa quantas despedidas sem adeus que eu te mande sem querer.
.estamos aqui e aí e talvez lá também.
.me mostrou as cores quando eu precisei.
.te deixarei menos cinza quando você desbotar.
.meus postais sem destinatário sempre chegam até você.
.minha caixa de correios sempre estará pronta pra te receber.

5 comentários:

carol~ disse...

todas as cores ainda são poucas...

Ana Cláudia disse...

que lindo....
snif snif
=o)
minha caixa de correio queria tanto receber alguem mas... ta tenso!

Prisca, insana criança disse...

Eu não vou comentar o texto... o que eu gostaria de fazer, se eu tivesse palavras pra isso.
Eu só quero dizer, que seus textos, descrevem o que por vezes eu não consigo descrever. Enquanto eu dou voltas e voltas, você escreve algumas linhas, ou uma linha e diz.
Já freqüento teu blog a mais de um ano... e é a primeira vez que comento.

Achei que devia dizer, que é muito bom estar aqui.

Prisca, insana criança disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bic Muller disse...

Fico muito feliz que as palavras dos meus textos fazem parte da vida de outras pessoas...
não sintam acanhadas para comentar aqui, gente...
é sempre bom saber que meus textos cabem na vida dos outros.
=D