segunda-feira, setembro 19, 2011

.de dentro do peito - de dentro da alma.





Existem pessoas que vem ao mundo para aprender. Maioria de nós, certamente.
Outras vem para ensinar.
Esse era o caso da doce Gabi. 
Gabi veio ao mundo para ser agregadora. Gabi veio ao mundo para nos dar valiosos aprendizados.
Não é exagero dizer que ela veio para nos ensinar a lição que por vezes na vida mais rejeitamos, que é aprender a amar.
E amou. Foi amada. É.
Se as despedidas são dolorosas (e sempre são) esta despedida dói pela saudade que irá causar em nós. Esta falta que teremos que nos acostumar. Mas seria egoísmo pedir pra ficar, sabendo que seu corpo já estava tão fraquinho e que teu espírito merecia esse descanso enfim, depois de tanto lutar.
Gabi suspirou em nossas vidas e partiu para uma outra jornada, ainda desconhecida para nós. 
Ela tem que ensinar outras pessoas agora, já tivemos a sorte de aprender a amar junto à ela. 
Se a dor no corpo dela era doída em nós, hoje nós estamos aqui sabendo que para ela não dói mais.
Vai doer em nós, que ficamos. A despedida é mais sentida pra quem fica.
Mas sabemos que se libertou.
Se as nossas visitas eram impossíveis devido à fadiga do corpo e da distância, hoje poderemos nos encontrar em almas.
Gabi assistirá de camarote a vinda do nosso querido Arthur, da amada Laura. Irá nos aconchegar nos sonhos e assim, como uma brisa gostosa de verão, passará por nós para aquecer o nosso coração.
Leve. Hoje você está leve. 
E livre.
Só posso agradecer a Deus por eu ter tido a chance de ter seu sopro em minha vida.
Ninguém mais do que você ensinou a enfrentar de cabeça erguida os obstáculos. Caçando com avidez cada momento de felicidade até nos momentos mais áridos que poderia passar.
Sorria. Sorria como criança esperando o aniversário, cada bolo que crescia no forno.
Comemorou cada comida quente que podia mastigar, já que a doença, má, não a permitia por muitas vezes engolir alimentos quentes.
Comemorou cada centímetro de cabelo que crescia, mesmo tendo que cortar novamente. E doía cada queda, eu sei. 
Seu cabelo irá crescer bonito agora, Gabi.
Não terá mais que tomar remédios. Não mais.
E quanto a nós, ficaremos aqui tentando encontrar a cura para o maior dos males: A falta de amor.
E você estará aí de cima, tentando nos fazer amar.
Obrigada por ter me ensinado a amar. Até breve. Nunca adeus.

10 comentários:

Angelica Brasil disse...

Obrigada, Gabi!

Mm disse...

Linda a mensagem Bic, acompanhava ela pelo Twitter, sempre torcendo, mandando forças.
Também perdi uma amiga-irmã por causa de uma doença, é como perder uma parte de si mesmo.
Mas quando a gente sabe que essa pessoa só veio fazer o bem de todos, sabemos que o lugar dela é no céu, e isso conforta muito.

Fica em paz Gabi.

Converso Comunicação disse...

Chorei!

Sandra disse...

Certa vez me disseram que as pessoas boas passam por esta vida, nos ensinam coisas importantes e partem...
E hoje foi o dia da Gabi. Uma menina que tinha muita força e vontade de viver. E viveu cada momento como se fosse o último.
Não a conheci pessoalmente, mas seguia sua luta diariamente e sofria junto com as convulsões, dores de cabeça intermináveis...
Hoje Gabi não precisa mais engolir os remédios, fazer químio, ficar em jejum para seus exames rotineiros.
Voa Gabi... sua alma agora está leve!!! Vai Gabi... obrigada pela lição de vida!!!

Figos & Funghis disse...

Com toda certeza a Gabi era uma pessoa muito especial. Lutou até o último minuto da sua vida para aproveitar todo o amor que tinha pela vida, pela sua família e amigos. Ela se foi, parou de sofrer, mas deixou pra nós um grande ensinamento, o de nunca desistir de lutar, de nunca se entregar. Não a conheci pessoalmente, mas conversávamos pelo twitter, Face e e-mail, e sempre pude perceber a confiança e a doçura que vinha de dentro dela. Menina forte, menina guerreira! Que descanse em paz agora...

Letícia Sta Rosa disse...

Ói, olhe o céu, já não é o mesmo céu que você conheceu, não é mais
Vê, ói que céu, é um céu carregado e rajado, suspenso no ar
Vê, é o sinal, é o sinal das trombetas, dos anjos e dos guardiões
Ói, lá vem Deus, deslizando no céu entre brumas de mil megatons...
(Raul Seixas)

#BrilhaGabi

Brunno Dann disse...

Senti uma saudade imensa agora sem ao menos ter conhecido ela. Não conheci muito dela, mas já estou com saudade. como isso é possivel?

As pessoas poderao nao se lembrar do que teve, mas nunca esqueceram como as tratou. =/

Anunciação disse...

Até depois que se foi continua a agregar,a me fazer conhecer quem nunca havia visto(lido).E nem cheguei a conhecê-la.

JULIE disse...

Desde que soube até agora não consegui parar de chorar.
Nunca tive a oportunidade de conhecer a gabi pessoalmente, mas sei que ela era um anjo.
Acompanhava sempre tudo que ela escrevia pelo twitter....torcia por ela na sua batalha....
Realmente quem sofre mais é quem fica....Ela agora descansa nos braços do Senhor....
Rezo para que ela tenha no outro plano tudo que possa ter lhe faltado nesse....que ela tenha muita paz e muita luz e que olhe sempre por nós... até pelos que nunca a conheceram, mas que sempre gostarm muito dela e lhe admiraram como é o meu caso.
Ela merece só o melhor....

Mm disse...

Apesar de sabermos da doença dela, que ela já estava fraquinha por conta das quimios e dos fortes remédios, ela era uma pessoa muito viva, uma pessoa que passava uma alegria, como se todas as dificuldades do dia-a-dia dela fossem pequenas, mas na verdade não eram. Alguém que conseguia fazer graça nas dificuldades de sua vida.
Alguém que celebrava e sonhava com pequenas coisas que nós, nem nos damos conta, como comer aquilo que gostamos sem problema algum, como andar de salto alto quando nos dá vontade.

Ela com certeza é uma alma iluminada, que conseguiu tocar no coraçao de muita gente, mostrando que pequenas coisas não são motivo para tanto lamento, já que ela passava por situações muito difíceis e não ficava se lamentando pra todos.

Teu lugar junto ao Pai é grandioso, Gabi.